16.5 C
Cachoeira do Sul
19 de setembro de 2020
Portal da Diocese de Cachoeira do Sul Rs

NOSSO BISPO

DOM EDSON BATISTA DE MELLO E O PAPA FRANCISCO

Homilias de POSSE DE DOM EDSON BATISTA DE MELLO

25 de agosto de 2019 às 10h na Catedral Diocesana

ACOLHIMENTO DO ADMINISTRADOR DIOCESANO

Mons. Elcy

Gostei do seu Lema: “EM ATENÇÃO À SUA PALAVRA

  1. O Objetivo Geral das diretrizes da Ação Evangelizadora aponta na mesma direção: Evangelizar pelo anúncio da Palavra de Deus. A palavra de Deus não é ideia ou ideologia. É uma Pessoa, o Verbo, que deve ser anunciado kerigmaticamente.

  2. Dom Edson, Deus falou para Josué, antes da travessia do Rio Jordão, para adentrar à terra Prometida: Deus repete para Vossa Excelência a mesma frase, antes de adentrar à sua Nova Terra Prometida, esta Diocese de Cachoeira do Sul:

  3. “Sê forte e corajoso, não te amedrontes, não te acovardes, pois o Senhor, teu Deus estará contigo onde quer que vás!” Se forte e corajoso, pois farás este povo herdar a terra que jurei dar a seus pais.

  4. Dom Edson, vós não estareis só; nós estaremos convosco: Este povo e, sob juramento, estes Sacerdotes, que já vivendo a unidade presbiteral, querem ir onde quer que vades, (parafraseando o que Deus disse a Josué para que ele entendesse, que a obra e a vitória eram Dele).

  5. Esta celebração, querido Bispo, porque não se caracteriza como tomada de poder, mas início de uma Missão ministerial e ministério é trabalho, mais uma vez: Contai conosco.

  6. Não queremos, os Sacerdotes, que assumais o cajado de pastor diante do rebanho e o ônus do pastoreio sozinho: Queremos pastorear convosco: Muitas vezes nos apoiando neste cajado e se preciso for, vos apoiar, para que o cajado não caia de vossas mãos.

  7. Dom Edson, sede forte e corajoso, porque o Espírito Santo de Deus não abandona a quem elege / e nós cremos nisso: a escolha foi Dele.

  8. Com alegria entrego a administração desta Diocese, que com estes Padres maravilhosos, conduzimos por dois anos e garantimos: Somos apaixonados de amor por Cristo e Nele vos amamos, também! 

 

Homilia de Posse de Dom Edson

HOMILIA DE POSSE POR DOM  EDSON   25/09/2019

 

Estimados irmãos e irmãs, as novas diretrizes da CNBB para os próximos anos deixam claro que vivemos num tempo em que somos desafiados a apostar e a viver testemunhando a fraternidade e a solidariedade de forma efetiva junto aos irmãos e irmãs, em todas as circunstâncias da vida, iluminados e comprometidos pela evangélica opção preferencial pelos pobres. Nossa tarefa é a construção de uma sociedade assentada sobre os valores do Evangelho de Jesus Cristo.

A evangelização não é uma opção, mas vocação e missão recebida de Jesus Cristo.

Aliás, a Diocese de Cachoeira do Sul ao ser criada, o então Papa João Paulo II lhe atribuiu esta finalidade: “Mostrar a todos o rosto de Cristo Senhor” (cf. Bula de criação). Ela existe para realizar aqui, no seu território e com o seu povo, tudo o que Jesus viveu e fez junto ao povo do território da Palestina. Dom Ângelo Salvador, 1º bispo desta nossa diocese já dizia, que esta é a nossa Terra Santa.  E Dom Irineu Wilges, seu sucessor insistia: devemos mostrar o rosto de Cristo.

Portanto, amados de Deus, tenho consciência que passo agora a caminhar convosco, uma história já construída de doação, de entrega, de serviço. Gratidão e respeito são palavras tenho obrigação de dizer a todos, sem exceção.

Dom Remídio, reiteradas vez disse que precisamos trabalhar na unidade. Peço de coração a todos os fiéis leigos, diáconos e padres, trabalhemos unidos

Dia de lembrarmos a vocação do leigo (catequistas); Dom José Antônio Peruzzo: Talvez aconteça que não consigam ser suficientemente gratos aos catequistas de suas dioceses. Mas Deus nunca se deixa vencer em generosidade. Um dia Ele mesmo vai te abraçar por ter oferecido do seu tempo para a catequese.

Neste ano em que celebramos os 25 anos da Romaria diocesana, nos confiamos a Mãe do Redentor.

  1. Padre Edson Batista de Mello, nomeado bispo para a diocese de Cachoeira do Sul (RS)/ Foto: CNBB

    O Papa Francisco nomeou nesta quarta-feira, 22, o novo bispo para a vacante diocese de Cachoeira do Sul (RS). O escolhido foi o padre Edson Batista de Mello, do clero de Novo Hamburgo (RS). A diocese estava vacante desde 6 de janeiro de 2018, quando faleceu Dom Remídio Bohn.

    O bispo auxiliar da arquidiocese do Rio de Janeiro (RJ) e secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Joel Portella Amado, enviou uma saudação ao novo bispo: “a CNBB se alegra com sua nomeação como novo bispo de Cachoeira do Sul (RS). Nossa gratidão, neste momento, se endereça ao coração do Santo Padre, Papa Francisco, que olha com carinho para a Igreja no Brasil e envia novos pastores”.

    Novo bispo

    Padre Edson Batista de Mello nasceu no dia 15 de dezembro de 1964, na cidade de São Leopoldo (RS), filho de Jorge Emílio de Mello, já falecido, e Renata Garcez de Mello. Seus estudos iniciais foram na Escola Municipal Borges de Medeiros e na Escola Técnica Polisinos. O Ensino Médio foi cursado na Escola Técnica Frederico Schimidt, em São Leopoldo.

    Em 1983, iniciou o curso de Engenharia Civil, na Unisinos. Neste período, ingressou no Exército Brasileiro, onde permaneceu como Oficial Temporário até janeiro de 1990. No ano seguinte iniciou a formação presbiteral, cursando Filosofia na Unisinos (1991 a 1993) e Teologia no Centro de Estudos Teológicos João Vianney, no Seminário de Viamão (RS).

    Foi ordenado diácono em 30 de maio de 1997, na paróquia Santa Teresinha de Campo Bom. A ordenação sacerdotal foi no mesmo ano, no dia 5 de dezembro, na paróquia Santa Catarina, em São Leopoldo.

    Atividades pastorais

    Atuou como vigário paroquial na paróquia São Pedro, em Gramado (RS), foi pároco da paróquia Santa Catarina, de 1998 a 2002, ano em que atuou como coordenador de Pastoral. Entre 2003 e 2005, foi formador no Seminário de Viamão. De 2006 a 2010, padre Edson foi pároco na paróquia Nossa Senhora de Lourdes, em Canela (RS).

    De 2010 até 2016, foi reitor do Seminário São Luís Gonzaga, em Viamão. Atualmente, é pároco na paróquia Nossa Senhora da Conceição, em São Leopoldo, e coordenador diocesano de Pastoral, desde janeiro de 2017.

Vida

Filho de dona Renata de Mello e do senhor Jorge Emílio de Mello, padre Edson nasceu em São Leopoldo, no dia 15 de dezembro de 1964. Tendo estudado mecânica e sido oficial do Exército Brasileiro, fez toda a preparação formativa para o sacerdócio e, em 1997, aos 33 anos, foi ordenado presbítero.

Sacerdócio

Ao longo do tempo, padre Edson desempenhou várias funções importantes na diocese de Novo Hamburgo, como pároco em várias paróquias, reitor dos seminários propedêutico e maior por muitos anos; teve ainda ao longo dos anos de sacerdócio participação em vários conselhos diocesano. No instante da nomeação episcopal era pároco da paróquia Nossa Senhora da Conceição, em São Leopoldo, e desempenhava a coordenação de pastoral da diocese de Novo Hamburgo.

Episcopado

Em 22 de maio de 2019 foi nomeado bispo da Diocese de Cachoeira do Sul pelo Papa Francisco. A ordenação episcopal foi oficiada em 11 de agosto de 2019, na Catedral Basílica São Luís Gonzaga e presidida pelo bispo de Novo Hamburgo, dom Zeno Hastenteufel, e co-celebrada por Osvino José Both e Jaime SpenglerO.F.M..

A ORDENAÇÃO EPISCOPAL

FALOU NA HOMILIA DE POSSE

“Estarei ao lado de todos para trilharmos juntos esta caminhada. Em minhas orações e na eucaristia sempre estarei com vocês”. Assim se manifestou o Dom Edson Batista de Melo, bispo que assumiu a Diocese de Cachoeira do Sul em cerimônia realizada na manhã deste domingo na Catedral Nossa Senhora da Conceição. Descontraído e agradecendo a recepção da comunidade, Dom Edson foi aplaudido e cumprimentado por fiéis que lotaram as dependências da Catedral.

Ele disse que se inicia uma nova missão em sua vida, depois de atuar por muitos anos como monsenhor na Diocese de Novo Hamburgo. Gratidão, respeito e fraternidade foi um trinômio usado por Dom Edson em sua manifestação.

Ele também agradeceu a presença de uma representação católica de Novo Hamburgo, que veio prestigiar sua posse e lembrou do bispo Dom Remídio Bohn, falecido em janeiro de 2018. “Dom Remídio deixou um legado para o povo de Deus e eu vou trabalhar pela unidade de todos”, afirmou, acrescentando que o próximo passo é o jubileu de prata da Romaria Diocesana, Maria, Mãe do Redentor, que será realizado em outubro.

ESPECIAL

Uma celebração especial marcou a posse de Dom Edson.

25 de agosto de 2019 às 10h na Catedral Diocesana

Participação da Banda do 3º Batalhão de Engenharia de Combate, padres, líderes religiosos (bispos de outras dioceses), lideranças políticas e comunitárias. A saudação a Dom Edson coube ao monsenhor Elcy Arboitte, que na vacância devido à morte de Dom Remídio, foi o administrador da Diocese de Cachoeira do Sul.

“Com alegria o recebemos Dom Edson. Contai com conosco, estaremos sempre ao seu lado nesta empreitada de luz e de fé”, destacou o monsenhor em sua homenagem ao novo bispo, que foi cumprimentado por todos os padres da Diocese. Aperto de mão, abraços e sorrisos marcaram o sentimento de carinho manifestado a Dom Edson.

ATENÇÃO

A Diocese de Cachoeira criada em 1991, já teve como bispos, Dom Ângelo Salvador,Dom Irineu Wilges e Dom Remídio. O novo bispo foi ordenado no dia 11 deste mês em ato ecumênico especial na Catedral São Luiz Gonzaga, de Novo Hamburgo.  O quarto bispo da Diocese, Dom Edson nasceu no dia 15 de dezembro de 1964, na cidade de São Leopoldo. É filho de Jorge Emílio de Mello, já falecido, e Renata Garcez de Mello. Seus estudos iniciais foram na Escola Municipal Borges de Medeiros e na Escola Técnica Polisinos. O Ensino Médio foi cursado na Escola Técnica Frederico Schimidt, em São Leopoldo.

No ano de 1983, iniciou o curso de Engenharia Civil, na Unisinos. Neste tempo, entrou no Exército Brasileiro, onde permaneceu como Oficial Temporário até janeiro de 1990. No ano seguinte iniciou a formação presbiteral, cursando Filosofia na Unisinos (1991 a 1993) e Teologia no Centro de Estudos Teológicos João Vianney (CETJOV), no Seminário de Viamão. Foi ordenado diácono no dia 30 de maio de 1997, na paróquia Santa Teresinha de Campo Bom. Ele recebeu a ordenação sacerdotal no dia 5 de dezembro de 1997, na paróquia Santa Catarina, em São Leopoldo

Artigos relacionados