20.9 C
Cachoeira do Sul
21 de outubro de 2020
Portal da Diocese de Cachoeira do Sul Rs

Orientações diante das Eleições

Irmãos e irmãs na fé.

Estamos nos aproximando de mais um período eleitoral. Por isso, quero passar algumas orientações para todos os fiéis da nossa diocese.

  1. A Igreja deve incentivar os cristãos para uma participação responsável e

consciente na eleição dos representantes do povo, nos diversos níveis de organização política e democrática. Da mesma forma, a Igreja estimula a presença de candidatos cristãos para exercer a arte do bem comum, como afirma o Papa Francisco: “A política é uma das formas mais elevadas de caridade, pois busca o bem comum” (EG 205).

  1. A Igreja como comunidade dos fiéis batizados, deve atender todos

os cristãos de boa vontade, independentemente das posições político-partidárias. Por isso, os candidatos ligados a funções eclesiais na comunidade podem continuar exercendo seu trabalho eclesial, desde que não se utilizem dele como meio de campanha político-partidária, usando o nome da Igreja.

  1. No caso de funcionários nas paróquias, estes devem ser afastados temporariamente durante o período da campanha eleitoral, através de

encaminhamento de dispensa para tempo de férias ou outra forma de

acordo legal.

  1. Os padres estão proibidos de filiar-se a quaisquer partidos políticos, como também de participar do pleito eleitoral, sujeitos à suspensão de ordem, conforme o Direito Canônico (Can. 285 p. 3°).
  2. Os Diáconos permanentes podem participar do pleito (Can. 288), desde que respeitem as orientações acima, no que se referem aos cristãos batizados.

Com desejo de a uma eleição consciente e responsável para todos,

Minhas orações e bênçãos.

Artigos relacionados