18.3 C
Cachoeira do Sul
16 de novembro de 2019
Portal da Diocese de Cachoeira do Sul Rs

Escutando Deus

ESCUTANDO DEUS

Mons. Elcy

Deus permeia a criação. Sua presença envolve o universo no qual estamos inseridos. Não que tudo seja Ele, mas dele, pela criação, tudo foi feito e mantido.

Assim como a obra de arte, de algum modo, revela a capacidade e dons do artista, o universo mostra, de forma velada, quem seja Deus: Luz por excelência, força por infinitude, beleza ilimitada, presença total! Se admiramos as estrelas pelas distâncias quase imensuráveis e as extensões das galáxias, vislumbramos embaciada, a imensidão de quem as fez. A harmonia dos movimentos do universo nos ensina, deduzir a harmonia do divino autor da sinfonia sideral.

Deus permeia o absoluto tornando o infinito, na simplicidade absoluta da unidade.

O nada não gera nada. O tudo gera semelhantes. Os filhos trazem as marcas genéticas dos pais. Assim, pela obra, se revela o autor. O rosto de Deus está estampado, de alguma forma, nas faces da criação.

Eu aprendi com meus mestres e formadores, já na adolescência, que a contemplação é uma excelente forma de se relacionar com Deus. Nesta relação filial e carinhosa com o Pai, Ele vai mostrando sua intimidade num rosto, cada vez mais, familiar! Aprendi, também, que O Pai, fala num sussurro de brisa e jamais numa voz dos vendavais ou nos urros dos trovões. Ele só fala quando silenciamos e não nos interrompe quando teimamos de só falar, falar e nunca nos calar!

Foi na quietude do deserto, a céu aberto, que o Mestre de Nazaré, silenciosamente, ouvia o projeto salvador do Pai, que ele devia concretizar. Assim, a cada ato importante do dia seguinte, ouvia seu Pai e ouvindo memorizava a ação por Ele sugerida. Se assim nasceu o anúncio do Reino de Deus, quem deseja evangelizar, assim deve fazer! 

Artigos relacionados