6 C
Cachoeira do Sul
7 de maio de 2021
Portal da Diocese de Cachoeira do Sul Rs

AS LIÇÕES DA IDADE

AS LIÇÕES DA IDADE

Mons. Elcy

A idade avançada é um privilégio com algumas limitações que, se sabe, acontecerão. Enquanto a lucidez existir, os percalços das limitações, podem ser elaborados e ajustados, na aceitação. A vida é a melhor escola existencial. A experiência, as longas experiências, semeadas pelo caminho da existência, solidificam a sabedoria que cresce a cada dia enquanto o corpo físico fenece. Na soma das qualidades e limitações, porém, se tem um denominador equivalente em cada idade. Quando o resultado da experiência se confirma, como num silogismo proposto, torna-se ciência que faz avançar o conhecimento.

A própria natureza moldou o processo existencial. Com os anos, o ancião, já não se aferra ao mundo material. Sua segurança concretiza-se, a cada dia, nos valores que vão além dos efêmeros, aos perenes. Os apegos ao poder, prazer e riqueza vão diminuindo na razão inversa do crescimento e intelecção do verdadeiro sentido dos anos. Os anciões vivem com um pé na eternidade e outro na materialidade, numa proporção crescente, a cada dia, esperando o passo definitivo, que os levará, para o destino final, para o qual foram criados.

Para o idoso o amor, o carinho, as amizades verdadeiras e uma família com relações qualificadas, vale mais que fortunas, glórias e poderes!

Penso que a juventude perde muito quando se afasta, dos cabelos brancos e ralos, de quem já fez sua própria história e a história de uma família entre todas da humanidade.

No Povo Bíblico, o conselho dos anciões moldava o sentido do decálogo e a avaliação comportamental do povo de Deus. Ninguém melhor que eles, quando a vida já mostrou seu rosto, não fundada no efêmero, mas no eterno, para interpretar e avaliar a condução de um povo.

Escreveu-me assim, meu amigo Marcelo Teixeira: “Não tenho dúvidas que se os jovens buscassem inspiração nos idosos, o mundo seria bem melhor! ”

Artigos relacionados