Cachoeira do Sul ,Quinta-Feira 18 de janeiro de 2018

Nota da CNBB pelo falecimento de Dom Remídio Bohn

“A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) recebeu com pesar a notícia do falecimento de dom Remídio Bohn, bispo de Cachoeira do Sul (RS), ocorrido na tarde deste sábado, 06 de janeiro. Manifestamos a nossa solidariedade fraterna aos familiares e às comunidades da diocese com os nossos cumprimentos nesta hora em que todos celebram a Páscoa desse nosso Irmão que depois de servir, como bispo auxiliar, a arquidiocese de Porto Alegre, desde 2012 esteve no governo da diocese de Cachoeira do Sul.

Recorremos às palavras de São João Paulo II, para manifestarmos nossa proximidade com os familiares e com toda a Diocese de Cachoeira do Sul. Na Encíclica Evangelium vitae, ele afirma: “Até a morte, aliás, não é de forma alguma aventura sem esperança: é a porta da existência que se abre de par em par à eternidade e, para aqueles que a vivem em Cristo, é experiência de participação no mistério da sua morte e ressurreição”.

Na despedida desse nosso Irmão, vamos recordar a beleza do seu lema episcopal: “Omnes Fratres Sumus” (“Todos somos irmãos”). Essa certeza, expressada nesse lema, é também o fundamento de nossa esperança maior, nesse momento de dor: somos todos irmãos e temos o mesmo destino que é caminhar, nesta terra, para um dia participarmos, juntos, da convivência eterna com o Pai.

Enviamos o nosso abraço a todos e as nossas orações.Em Cristo,”

Dom Leonardo Ulrich Steiner

Bispo auxiliar de Brasília

Secretário-Geral da CNBB

diocesenet