Free WordPress Themes
Cachoeira do Sul ,Sexta-Feira 15 de Dezembro de 2017

ANO QUE SE FECHA

ANO QUE SE FECHA

Mons. Elcy

Ao fechar as portas do ano que se finda, duas virtudes se destacam: A penitência fundada na Misericórdia pelos erros do passado e a Esperança abalizada nas promessas de futuro que a Fé revela. Entregamos a Deus o passado que se finda e agarramos na mão Dele para garantir o futuro que se descortina. Pelas fraquezas, que nossa condição limitada produziu, pedimos que Cristo as supra e pela confiança Nele depositada possamos buscar os horizontes que um novo ano promete, sejam melhores.

Este ciclo de findar e recomeçar, esta onda senoidal da vida, como o adormecer e o acordar, para depois recomeçar e findar é o jeito nosso de cada dia, cada mês e cada ano: Assim se sucedem as horas, os dias, os anos e os séculos. O universo no qual estamos inseridos também tem este pulsar: Se comprime, se expande, renasce e morre para reiniciar um novo ciclo repetitivo, revelando a onda senoidal da vida.

Nós somos filhos do universo, irmão das estrelas e plantados numa galáxia, entre milhões de outras. Nós fazemos de nossa vida uma dança ao ritmo da música deste universo sideral. Talvez alguém sugere que somos um grão de poeira insignificante, dentro da imensidão do complexo sideral, mas eu lhe garanto que somos muito mais que isso, porque temos consciência que somos filhos do dono e criador de toda esta maravilha criada, que nossa capacidade intelectiva não pode abranger.

Não somos infinitos e estamos limitados pelo tempo e pelo espaço e tentamos nos construir com nossas poucas forças sempre amparados pela força do Divino. Ele nos garantiu tantas graças, até nos detalhes, contando os fios de nossos cabelos.

Então, quando este ano vai apagando suas luzes, acendamos a luz da fé, agarrando na mão de Deus e fixando nossos olhares no futuro, sem medo nem angústia, porque temos um Pai que cuida de nós.