Advento

ADVENTO

Mons. Elcy

 

Um novo ano cristão se descortina! Seu início difere do ano civil, que difere do ano escolar, que difere do ano fiscal e outros. O ano cristão se inicia pela preparação da celebração da primeira vinda de Jesus, no Natal. É o tempo do Advento!

Ao início de cada ano, nova esperança se reaquece. Esta se concretiza numa vida nova, novos propósitos e acenos fortes à conversão, se desvios aconteceram. Também, como na preparação no Natal, trata-se de uma gravidez com promessa de vida nova, que vem surgindo. Deve ser esperada, preparada e planejada.

Esperada: A virtude da Esperança fundamenta-se na fé e se concretiza no amor que gera a confiança. Esta se abastece nas promessas de quem garante que o futuro traz vida plena, se não falharmos em nossos propósitos e formos capazes de corrigir nossos desvios. A virtude da Esperança “levanta nossa cabeça”, na certeza que temos um Pai que vela pelo nosso sucesso, mas que também espera nossa participação.

Preparada: Toda gravidez deve ser preparada para que, quando a vida desabrochar, tenha condições de continuidade. O novo ser deve fazer a experiência inicial de saber-se amado pela recepção calorosa, na chegada.

Planejada: Na caminhada da vida, que se inicia, deve-se ter um roteiro turístico, sob pena de perder ou desperdiçar tempo em tentativas inúteis. Não se começa a construção de uma casa sem antes ter uma planta, ver o material e os recursos para concluí-la.

Assim, ao prepararmos a chegada mística de Jesus, no Santo Natal, temos que rever como, ao jeito de Maria, estamos nos preparando! Não aconteça conosco o que ocorreu com aqueles, de seu tempo, que não participaram do seu ingresso histórico, no mundo, porque não estavam preparados. Os que estavam, como José, Maria, os Pastores e os Magos tiveram a oportunidade de aproximar-se de Jesus e ver a Salvação.